Quando procurar o médico geriatra?

Cada vez mais ouvimos as perguntas “Quando procurar o médico geriatra? Com que idade? O que este profissional pode fazer pela nossa saúde?”.

Um geriatra é um médico generalista e especialista a um só tempo. O que isto quer dizer? Médico generalista é aquele que sabe de tudo um pouco. Médico especialista é aquele que domina uma determinada área do conhecimento médico e se torna referência nesta área até mesmo para os outros médicos. Como generalista, o geriatra é capaz de prevenir, avaliar e tratar doenças dos mais diferentes aparelhos do nosso corpo; além disto, como conhece razoavelmente bem cada área da medicina, sabe onde seu conhecimento termina e onde deve contar com o auxílio de um especialista e encaminhar o paciente de forma correta. Para isto, ele estuda muita Clínica Médica, Cardiologia, Psiquiatria, Neurologia, Pneumologia, Nefrologia, etc. Mas o geriatra é também um especialista: é a única especialidade da medicina que se dedica a estudar o idoso e o processo de envelhecimento. Nesta área, o geriatra é referência para os outros especialistas.

O geriatra se preocupa, portanto, com todos os aspectos da saúde do idoso, mas vê sempre todas elas de acordo com as particularidades da saúde diante do processo de envelhecimento. Enquanto a grande maioria das especialidades médicas se dedica a um órgão ou sistema, a geriatria é das poucas especialidades que se dedicam ao indivíduo como um todo e a única que estuda o processo de envelhecimento.

Ter um geriatra é ter o seu médico e não um médico para cada órgão ou doença. Aquele que lhe conhece e pode lhe atender, apoiar e orientar a qualquer hora em qualquer dia, no consultório, na sua casa e até dentro do hospital se for necessário. O geriatra também resgata a figura – tão saudosa e necessária nos dias de hoje em que o anonimato é a regra – do médico da família. Aquele a quem sabemos que podemos recorrer, seja quando só precisamos sanar uma dúvida, seja quando precisamos pedir socorro. 

Então, quando procurar um geriatra?

Existem dois grandes motivos para se procurar um médico geriatra.
O primeiro é ser idoso e desejar ter um médico responsável pela sua saúde como um todo, capaz de lidar com a maioria das condições de saúde e de doença, seja do coração, anemia, depressão, diabetes ou pressão alta, problemas de colesterol alto, osteoporose ou fumo – ou todas elas juntas. Se você é um idoso e gostaria de ter um seguimento completo, vale a pena procurar o geriatra.

O segundo motivo é querer envelhecer com saúde e fazer uma avaliação ampla, com consulta e os exames especificamente para o seu caso, levando-se em conta ocupação, atividades diárias e de lazer, para a elaboração de um aconselhamento amplo de saúde, específico para cada idade.

Afinal de contas, envelhece bem quem se cuida, de forma ativa e preventiva.

E para isto nunca se é nem novo demais nem velho demais.

 Escrito por: Dr. Thiago Monaco – dr.thiago@envelhecerbem.com